Author Archive

Paulo Tavares, editor executivo da TSF, participa em aula de seminário de Jornalismo do curso de CCC

Paulo Tavares explica as dificuldades no acesso à profissão de jornalista

No dia 23 de maio de 2016 a aula de Seminário do Jornalismo do 3º ano do curso de Ciências da Comunicação e da Cultura,  ramo de Jornalismo,  contou com mais um jornalista convidado, desta vez Paulo Tavares, que atualmente exerce o cargo de editor executivo na TSF.

O objetivo desta sessão, integrada no programa da cadeira de Seminário do Jornalismo, que é lecionada pelo professor Carlos Andrade no terceiro ano do curso de Ciências da Comunicação e da Cultura na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em Lisboa, era esclarecer as dificuldades que os jovens poderão encontrar no acesso à profissão de jornalista, independentemente do seu grau académico.

Desde o dia em que entrou para a TSF, Paulo Tavares já fez quase todo o tipo de trabalhos na redação, sendo um jornalista muito experiente e com bons conhecimentos nesta área.

Estudantes de Comunicação Aplicada visitam ANIM

A 18 de Maio o 2º ano de Comunicação Aplicada visitou o Arquivo Nacional das Imagens em Movimento, em Bucelas (Loures), no âmbito da unidade curricular de ‘Cultura Visual’.

Para além do impacto térmico que a turma sentiu nas salas de arquivo dos filmes (a cerca de 10°), foi também possível avaliar nesta visita um outro impacto, mais abrangente: o que a tecnologia digital provocou na exibição do cinema.

Isto porque já estão no ANIM os projectores usados até há pouco tempo nas salas multiplex (como, por exemplo, do cinema Monumental), sendo todo o sistema de exibição actualmente assegurado por servidores altamente programados para funcionar sem assistentes(!).

Para além das visitas aos laboratórios e salas de visionamento com as moviolas, houve ainda oportunidade para visitar a colecção de pré-cinema para ver praxinoscópios, zootrópios, estereoscópios e até litofanias!

O jornalismo ao serviço dos Direitos Humanos

Foto de Herberto Smith, cortesia da Rádio Afrolis

Imagem cortesia de Rita Cardoso

Pensar como o jornalismo e os jornalistas tratam temas sobre Direitos Humanos, em especial no que diz respeito a minorias étnicas, sexuais e de género foi o que juntou mais de trinta pessoas na Universidade Lusófona, a 9 de Maio.