Author Archive

      Ricardo Jacinto – Quarta-feira | 17 JUN 2020 – 17H | Auditório Museu Coleção Berardo

      Ricardo Jacinto – Violoncelo Explodido:
Fragmentação e Dispersão como estratégias para uma prática de improvisação site-specific

      Ricardo Jacinto

Músico, artista plástico e arquitecto com pesquisa artística e académica focada na relação entre som e território em práticas transdisciplinares. É membro fundador e co-director artístico do colectivo OSSO e é doutorado pelo Sonic Arts Research Center, Queens University Belfast. Desde 1998 tem apresentado seu trabalho em exposições individuais e colectivas, concertos e performances em Portugal e Europa, e tem colaborado extensivamente com outros artistas, músicos, arquitetos e performers. A sua música foi editada pela Clean Feed, Shhpuma Records e Creative Sources. É representado pela Galeria Bruno Múrias e as suas instalações estão presentes em várias coleções nacionais: Fundação de Serralves, Caixa Geral de Depósitos, Fundação Leal Rios or Fundação António Cachola. Foi co-representante de Portugal na 10a Bienal de Veneza de Arquitectura 2006 e o seu trabalho foi apresentado em diferentes locais como a Culturgest (Lisboa e Porto), Fundação de Serralves, Fundação Calouste Gulbenkian, Palais de Tokyo, Mudam_Luxembourg, Teatro Maria Matos, Museo Vostell, Casa da Música, CCB, Manifesta 08_European Bienal of Contemporary Art, Frac Loraine_Metz ou OK CENTRE_Linz, entre outras

      Resumo

A música é uma prática temporal cujas raízes podem ser eminentemente espaciais. Esta tese enunciou um modelo conceptual e as manifestações práticas de um projecto de pesquisa no contexto da improvisação musical a solo, com base numa relação particular entre improvisação livre e práticas artísticas site-specific. As minhas actividades como violoncelista e artista sonoro com formação académica em arquitectura e escultura, foram articuladas neste contexto para pensar a improvisação a solo através de um formato de apresentação que é um híbrido entre instalação e concerto, num tempo e espaço específicos.

12ª Conferência Comunicação e Jornalismo

Encontra-se na página de FB de CJ o vídeo com a gravação da 12ª Conferência Comunicação e Jornalismo, que decorreu esta manhã, 26 de maio, subordinada ao tema “Jornalismo em tempos de pandemia”. Contou com a presença dos jornalistas Ana França (Expresso) e João Pedro Mendonça (RTP – onde é também editor de Desporto).
A conferência foi assistida por mais de 100 alunos, dos 3 anos de CJ e do 3º ano de CCC/Jornalismo.
Enviamos link onde podem encontrar o post com o vídeo, para a divulgação que considerarem conveniente:

Fernando Correia, antigo diretor de CJ da Lusófona, em discurso direto

“O futuro do Jornalismo está estreitamente ligado ao futuro da sociedade”, afirma Fernando Correia, antigo professor e Diretor da Licenciatura em Comunicação e Jornalismo (CJ) da Universidade Lusófona. Descubra porquê na entrevista que deu à revista Jornalismo & Jornalistas Nº 72, disponível no site do Clube dos Jornalistas. Este número assinala os 20 anos da publicação, da qual Fernando Correia é cofundador e foi diretor editorial. O texto vai da página 18 à 24 e a entrevista é assinada pela atual diretora de CJ, Carla Rodrigues Cardoso, e por Patrícia Franco, diplomada em Comunicação e Jornalismo. As fotografias são de José Frade. A ler aqui:

https://www.clubedejornalistas.pt/wp-content/uploads/2020/04/jj_72a1.pdf

DIGICOM 2020 – 4th International Conference on Design and Digital Communication


5-7 November 2020, Teatro Gil Vicente, Barcelos, Portugal
Call for papers: until May 31, 2020
 
   

The DIGICOM organizing committee invites original contributions in the form of a paper. This invitation is open to all researchers, academics, designers and students whose work falls within the field of Design and Digital Communication, namely:

A) Practical applied projects: projects developed in a research, academic or commercial context, of a practical nature and with a potential social, cultural or economic relevance.
B) Case Studies: description and analysis of projects or research problems in the most different contexts.
C) Literature review: presentation of the state of the art from a certain research problem.
D) Research work: doctoral or master’s research; and new approaches and research frameworks.

Submissions will be accepted in the following topics:

WEB AND MULTIMEDIA DESIGN
· Web Design
· Interface Design
· Usability
· Mobile apps
· Editorial Design on digital media
· Digital Typography
· Multimedia Technologies
· Social Media
· Product Design

GRAPHIC DESIGN AND BRANDING
· Design of Visual Identity
· Branding
· Communication and Strategy
· Communication Design
· Digital Marketing
· Advertisement
· Social media
· Market and Business

MOTION DESIGN
· Video
· Motion Graphics
· Digital and Interactive Television
· Infographics
· Video Games
· Audiovisual Graphics

SOCIETY AND COMMUNICATION
· Theory and History of the Media
· Information Society
· Internet and Social Networks
· Health and wellbeing
· Education, Literacy and Citizenship
· Culture, Countercultures and subcultures
· Visual, Aesthetic and Semiotic Analysis

Papers must have between 2000-3500 words, up to a maximum of 12 pages, fulfil with the formatting guidlines and be written in English (preferred language), Portuguese or Spanish.

Approved English written papers will be published by Springer in a Proceedings book (with ISBN) indexed on Springerlink and Google Scholar, and will also be submitted for ISI Proceedings indexing.

The approved Portuguese or Spanish written papers will be published in a Proceedings book (with ISBN), edited by IPCA.

The authors of the best papers will be invited to write an original chapter in the book “Perspectives on design research: Practices and theories in Design and Digital Communication”, to be published in the Springer Series in Design and Innovation.

For more information:
www.digicom.ipca.pt
Facebook
Instagram

 

[Texto enviado pela organização]