Conferência Monumentos Fotográficos 15-16 junho Batalha|Leiria

Download programa

O conceito de património é indissociável das imagens que representaram os monumentos e os bens culturais no século XIX.

A fotografia foi a principal dessas imagens. Com ela projecta-se a inventariação do património português e empreendem-se inúmeras campanhas com fotógrafos nacionais e estrangeiros que irão alertar para o estado de preservação dos monumentos, assim como assegurar a sua divulgação e reconhecimento geopolítico.

As fotografias de Carlos Relvas, de Charles Thurston Thompson e de Jean Laurent são alguns dos exemplos da forma como a fotografia estuda o monumento, cria-lhe novos pontos de vista e celebra-o esteticamente.

A conferência ’Monumentos fotográficos’ incide tanto sobre as fotografias que se tornaram incontornáveis para pensarmos certos monumentos portugueses, como também sobre todos os monumentos que, desde então, nos vêm interpelando para que os fotografemos.

II Seminário Internacional (XI Nacional) MCATA/DCC/ECATI/ULHT

“Musicografia Braille e Equidade na CPLP”
28 e 29 de junho de 2019 – Auditório Professor Agostinho da Silva/ULHT
Para que a História Registe e os Tempos da ‘Vida como a Música’ não Esqueçam

Atenção: Por razões logísticas de última hora, o evento em referência teve de mudar para o Auditório Agostinho da Silva, no mesmo horário e programação.

Trata-se do corolário do “Curso de Musicografia Braille e Educação Musical Inclusiva na CPLP” (Primeiro Curso do género a distância no mundo (com a duração de 120 horas), em funcionamento a partir da Plataforma Musibraille na UFRJ), no âmbito do Pós-Doc em Ciências da Comunicação, com o título “Musicografia Braille e Equidade na CPLP” e em elaboração pela Professora Doutora Dolores Tomé no CICANT da ECATI/ULHT, em parceria com o Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia Assistiva, Tecnoassis, do Instituto Tércio Pacitti de Aplicações e Pesquisas Computacionais da UFRJ e a Pró-Inclusão – Associação Nacional de Docentes da Educação Especial em Portugal.

Programa Cartaz

Conferência – Júlio Alves – Objectos Catalisadores No Cinema De Pedro Costa

Quarta-feira |29 MAI – 18H | Auditório Museu Coleção Berardo
Objectos Catalisadores No Cinema De Pedro Costa

Júlio Alves (Lisboa, 1971)

Desde muito novo começou a trabalhar em cinema. Foi assistente de produção ou de realização em diversas produções cinematográficas de países como Portugal, França e Espanha. Destaca-se “Afirma Pereira” de Roberto Faenza com Marcello Mastroianni.

A sua filmografia conta com 13 títulos de géneros e durações diferentes. Todos os seus filmes foram exibidos em festivais nacionais e internacionais. Realizou filmes publicitários para as principais marcas nacionais e internacionais em diferentes mercados europeus. Atualmente encontra-se a finalizar o doutoramento em Ciências da Comunicação, da Universidade Lusófona de Lisboa com a tese “Cinema e Objetos” Da tese fazem parte três filmes: Objetos Entre Nós, Casa Encantada e Sacavém.