Conferência Internacional Stereo & Immersive Media 2015

Numa organização da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e do Centro de Investigação CICANT, realiza-se de 07 a 09 de Outubro, no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa, a Conferência Internacional Stereo & Immersive Media 2015 (Media Estereoscópicos e Imersivos), que pretende reunir investigadores, artistas e arquivistas que trabalhem sobre media visuais reconhecidos pelas suas características estereoscópicas e/ou imersivas.

Os ambientes estereoscópicos e imersivos têm vindo a expandir o campo do fotográfico desde o século XIX.

A recuperação do interesse pelas tecnologias estereoscópicas e imersivas tem gerado oportunidades de investigação das suas raízes históricas e também dos atuais desafios lançados à cultura visual. A conferência acolhe uma diversidade de abordagens e assuntos que poderão contribuir para a atual compreensão crítica dos media estereoscópicos e imersivos.

Os oradores principais são: Denis Pellerin, especialista em fotografia estereoscópica e autor de La Photographie Stéréoscopique sous le Seconde Empire e de Diableries.

Stereoscopic Adventures in Hell; Emília Tavares, curadora de novos media do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, Lisboa, investigadora e crítica de arte; Maria Teresa Cruz, especialista em estética e artes dos media e em técnicas culturais e Thomas Weynants, especialista em media visuais históricos.

Autor do sítio de Internet ‘Early Visual Media Archaeology’.

Outros dos destaques desta conferência é a apresentação dos resultados finais do projecto de investigação A Cultura Visual Estéreo, que elaborou o primeiro levantamento nacional sobre fotografia estereoscópica em Portugal.

No local da conferência estará patente a exposição “A Terceira Imagem – A Fotografia Estereoscópica em Portugal e o Desejo de 3D”, uma mostra dos principais autores, temas e composições fotográficas de 31 coleções estereoscópicas de 9 arquivos e museus portugueses.

Temas sugeridos para a chamada de trabalhos:

  • Fotografia estereoscópica;
  • Práticas curatoriais e arquivísticas da fotografia estereoscópica;
  • Media cinemáticos imersivos;
  • Práticas científicas estereoscópicas;
  • Instalações imersivas de artes dos media;
  • Videojogos e realidades aumentadas;
  • Culturas de media visuais e hápticos.

As melhores comunicações serão consideradas para publicação num número especial do International Journal of Film and Media Arts

Mais informações