FUNDAMENTO E IMERSÃO – ENSAIOS SOBRE TÉCNICA  

Sexta – 14 de Fevereiro – 18h30
Livraria Flâneur
Porto
Apresentação do livro por Moisés Lemos Martins (Universidade do Minho) com moderação de Isabel Babo Lança (Universidade Lusófona do Porto)
[edição Orfeu Negro]
Muitos sectores da experiência contemporânea estão a ser substituídos, complementados e articulados pelas tecnologias digitais, e ao mesmo tempo surgem novos domínios inteiramente mediados pela tecnologia. Os textos reunidos em FUNDAMENTO E IMERSÃO resultam de um estreito diálogo entre os seus autores, e buscam compreender a crescente convergência entre cultura e técnica. Partindo de domínios conexos como a ecologia dos media, o fundamento sónico nos novos ambientes imersivos, as relações entre arquivo e memória, fotografia e modernidade, as dimensões cósmicas do som e a consciência humana, as reflexões aqui apresentadas pretendem mapear alguns dos problemas centrais a uma teoria da técnica.
Textos de:
José Bragança de Miranda | Jussi Parikka | Wolfgang Ernst
João Marques Carrilho | José Gomes Pinto | Luís Cláudio Ribeiro

instagram-lançamentos-kraft1_PORTO.jpg

Música e Artes Plásticas: afinidades e entendimentos no século XX e XXI

Quarta-Feira | 29 de Janeiro – 18h | Auditório Museu Coleção Berardo


Por Rita Lougares

Licenciada em história, com pós-graduação e mestrado em Conservação e Museologia.
Desde Março de 1993, desempenhou o cargo de Conservadora no Centro Cultural de Belém em Lisboa, primeiro no Centro de Exposições e a partir de 1 de Junho de 2007, com a cedência deste espaço à Coleção Berardo, no Museu Coleção Berardo.
Em Abril de 2018 foi nomeada Diretora do Museu Coleção Berardo.
Nestes últimos 25 anos adquiriu e desenvolveu uma experiência profissional apreciável em museologia, nomeadamente nas áreas de conservação, produção e organização de exposições de arte moderna e contemporânea, na coordenação de equipas e projetos, bem como em muitas outras áreas ligadas à gestão de um museu.
Durante este longo período teve igualmente oportunidade de estabelecer contacto com inúmeros artistas e instituições, nacionais e estrangeiras. Teve oportunidade de viajar e de conhecer como funcionam diversas instituições internacionais.

Resumo

O objetivo desta conversa é inter-relacionar a música e artes plásticas, através da compreensão das convergências das duas expressões artísticas. Pretende-se contextualizar do ponto de vista histórico e estético os fenómenos artísticos identificando as principais problemáticas, tendências estilísticas, obras e artistas. Esta dupla abordagem (sonora e plástica), terá em conta alguns exemplos artísticos internacionais e nacionais, de obras que pertencem ao acervo do Museu Coleção Berardo analisadas pela  perspetiva da História da Arte.

 

 

Conferência de Rachel Bullough Ainscough (Universidad San Pablo CEU, Madrid)

Clifford: a pioneer photographer in Spain

20 Fevereiro, 17.30

Auditório José Araújo, Biblioteca Victor de Sá, Universidade Lusófona  

 

 

The Early Visual Media Lab and CICANT are pleased to announce the upcoming conference of the visiting researcher Rachel Bullough Ainscough on Charles Clifford, one the most renowned pioneer photographers in Spain. Rachel Ainscough (Universidad San Pablo CEU, Madrid) has a PhD in History of Art (photography) from the Universidad Complutense.

Clifford: a pioneer photographer in Spain

A mysterious and colourful figure, the British photographer Charles Clifford (1819-1863) is universally recognised as one of the greatest photographers in Spain in the nineteenth century. From his curious arrival in Madrid in 1850 to his untimely death in 1863, Clifford worked tirelessly to portray a country and its people to the best of his ability. Never afraid to stretch the boundaries of the new photographic medium in order to satisfy his own creative needs, he fulfilled the desire of his clients in Spain to have a visual record of their times and that of his clients abroad; to see as much of the country (known and unknown) as possible, at a time when mass tourism was still a thing of the future and Spain continued to enjoy the romantic image of a country off the beaten track, somewhere between the Pyrenees and Africa.

At the forefront of new photographic processes and techniques acquired during his frequent trips to London and Paris, Clifford used his studio in Madrid to teach photography to all those interested, a task he continued during his trips around Spain. His clients included the aristocracy, the government and the Royal Houses of Spain and Great Britain which both have substantial collections of his work.  Embracing all the photographic genres from portraiture to civil works, Clifford’s unique image of Spain reconciles in perfect harmony the ancient past of the country with the modernization and progress of the 1850’s.

 

 

b-On – Biblioteca do Conhecimento

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias dispõe, a partir de janeiro de 2020, de acesso ao maior agregador de bases de dados de publicações científicas em texto integral oriundas das mais importantes editoras a nível internacional: a b-On – Biblioteca do Conhecimento.

A b-On proporciona o acesso direto, na íntegra, a conteúdos em todas as áreas do Conhecimento, possibilitando a pesquisa integrada, consulta e download dos mesmos por Alunos, Professores e Funcionários.

A b-On é acedida através da rede de internet do campus da Universidade Lusófona, utilizando o seguinte endereço: www.b-on.pt.

Para acesso fora do campus, será necessário recorrer à ligação WebVPN, utilizando o seguinte endereço e digitando as credenciais de Aluno, Professor ou Funcionário:webvpn.ulusofona.pt.

Mais informações