Conferência com Professora Isabel Babo

 ‘Acontecimento e experiência. Constelações do sensível’

Quarta-feira |26 JUN – 18H | Auditório Museu Coleção Berardo

Isabel Babo

É agregada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho, doutorada em Sociologia pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS) de Paris e licenciada em Filosofia pela Universidade do Porto. Investigadora do CICANT (Centre for Research in Applied Communication, Culture and New Technologies), as suas áreas de especialização são a sociologia do acontecimento, a sociologia da comunicação e as teorias do espaço público, com livros e artigos publicados sobre configuração mediática dos acontecimentos, média, redes, recepção e públicos. É professora catedrática da Faculdade de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação (FCAATI) e reitora da Universidade Lusófona do Porto (desde julho de 2012).

Resumo

Numa perspectiva comunicacional e de experiência pública, está-se imerso num meio ambiente constituído por acontecimentos, objetos, pessoas, ideias, significações. A expansão da comunicação electrónica, dos seus dispositivos e das redes digitais, faz com que a pluralidade das vozes, imagens e sons ecoe de modo justaposto e disperso, com sobreposições de ecrãs e mediações. Vigora a dispersão. A constelação, diferentemente da linearidade causal e da continuidade, constitui uma categoria que possibilita pensar este real desarticulado. O mesmo se dirá da noção de acontecimento que introduz a descontinuidade e a contingência e, embora seja um objecto privilegiado da narratologia e da história, é do domínio do sensível e do visível, encaixa-se em constelações ou cria-as. Como as noções de acontecimento e de experiência se adequam ao espaço público contemporâneo e à ideia de constelação enquanto meio para pensar a dispersão, é a proposta que se coloca.